ghost image socials
Mobilidade das cidades em mudança
Trânsito em Lisboa cai 30% com pandemia
13 de Janeiro de 2021
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Trânsito em Lisboa cai 30% com pandemia

Nota da direção editorial:

O jornalismo nunca foi tão importante para a economia do país. Apoie a produção dos nossos conteúdos tornando-se membro ou subscritor da nossa comunidade.

Faça parte de uma causa de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas que nelas trabalham.


O país prepara-se para entrar num novo confinamento geral e a verdade é que já se sabe que a mobilidade das cidades alterou-se drasticamente. 

 

Segundo o relatório TomTom Traffic Index 2020, o trânsito em Lisboa diminuiu cerca de 30% em 2020. Janeiro e fevereiro foram os meses mais difíceis para os condutores portugueses, mas com o inicio do confinamento em março, a agitação nas estradas começou a cair. Até junho, o nível de congestionamento não foi superior a 13%. 

 

Em média, na capital, os condutores passaram um tempo extra de 13 minutos na hora de ponta de manhã (-35%) e 15 minutos na hora de ponta da tarde (-34%), em comparação com os 20 e 23 minutos despendidos em 2019, respetivamente.

 

Apesar de ter registado uma grande quebra, Lisboa ocupa a posição 139 no ranking, acima de grandes cidades como Shangai (152º), Barcelona (164º), Toronto (168º), São Francisco (169º) ou Madrid (316º). 

 

O Porto subiu ao primeiro lugar das cidades portuguesas mais congestionadas de 2020, com níveis de congestionamento médios de 24%. Ainda assim, este valor representa uma quebra de -23% em relação a 2019 (31%). Já a capital registou a maior quebra: 30% (-10 pontos, de 33 para 23), passando da 1ª para a 2ª posição no ranking português. 

 

 A nível global, o ranking mundial não registou grandes mudanças em relação ao que foi verificado em 2019, embora tenha havido quedas significativas nos congestionamentos nas cidades da Europa, América e Ásia. Por exemplo, Bangalore (Índia), apesar de ser a cidade que mais reduziu o seu congestionamento no mundo (20%), continua no top 10 das cidades mais congestionadas a nível global, após atingir 51% de média durante 2020. Também se confirma a preponderância de cidades asiáticas e do leste europeu no ranking, como as urbes da Rússia, Ucrânia ou Turquia. 

 

"No ano passado, anunciámos que os níveis de congestionamento global em 2019 voltavam a aumentar, pela nona vez consecutiva. Em 2020, vimos um quadro muito diferente. Desde fecho de fronteiras a confinamentos, a mobilidade foi rápida e profundamente afetada", explica em comunicado Ralf-Peter Schäfer, vice-presidente dos dados de trânsito da TomTom. 

 

No futuro, é possível reduzir níveis elevados de trânsito em horas de ponta, desenvolvendo horários de trabalho flexíveis, tornando o teletrabalho mais sustentável e usando uma abordagem inteligente para usar dados de trânsito para determinar as melhores horas para viajar. 

 

"Embora os níveis de congestionamento tenham caído em 2020, é possível que o fenómeno não se torne uma tendência. Veremos como o trânsito volta a crescer, quando as pessoas voltarem aos escritórios e às velhas rotinas. É por isso que está na hora de políticos, empresas e condutores fazerem um balanço das medidas que vão tomar para que haja menos congestionamento no futuro", explica Schäfer. 

 

Artigos Relacionados

Campanha da Cartier destaca peças icónicas
11 de Fevereiro de 2021
Criatividade

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Empower Brands Community Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

fechar

X

Faça parte da nossa comunidade!

A comunicação positiva e o jornalismo inspirador nunca foram tão relevantes para a gestão da sua empresa. Apoie a produção dos nossos conteúdos e dos nossos projetos fazendo parte de uma comunidade que promove o conhecimento, o valor das marcas e a economia sustentável.


Saiba como se tornar membro ou subscritor. Seja bem-vindo à Empower Brands Community e ao Imagens de Marca.

SUBSCREVER

Obrigado, consulte o seu email.