ghost image socials
A opinião de Bruno Batista
Ready, Set, Go!
26 de setembro de 2020
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Ready, Set, Go!
Bruno Batista
CEO da GCI

Nota da direção editorial:

O jornalismo positivo nunca foi tão importante para a economia do país. Apoie a produção dos nossos conteúdos tornando-se membro ou subscritor da nossa comunidade.

Faça parte de uma causa de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas que nelas trabalham.


“Fiz História.” Foi com esta afirmação que o piloto Miguel Oliveira resumiu a sua conquista no Mundial de MotoGP.


O feito do piloto português, ao vencer o Grande Prémio de Estíria, na Áustria, na última curva da prova, deve servir de inspiração para os tempos desafiantes que estamos a viver. 

 

Em poucos meses enfrentámos uma profunda mudança de paradigma na forma como as marcas, as agências e os meios abordam o negócio. Por isso, acredito que este é o momento de, sem esquecer o passado, fazer reset e começar de novo em busca daquilo que nos vai diferenciar agora e no futuro. Estamos sempre a tempo de inverter o ciclo e de sermos arrojados, apostar de forma clara na criatividade e fazer diferente. Temos todos, das marcas ao consumidor, a ganhar com isso. 

 

É verdade que estamos todos na grelha de partilha, mas só quem for mais audaz conseguirá chegar à meta. Todos podemos assumir uma voz crítica da sociedade, mesmo que isso implique, tal como sucedia com o intelectual na Antiguidade, ser admirado ou perseguido. Como relembrou recentemente o escritor e ensaísta Alberto Manguel, num artigo para o jornal Expresso, “por vezes o intelectual notável é o homem comum, aquele que não possui o que designaríamos como uma voz profissional”. E, citando Edward Said, “o intelectual não é um pacifista ou um promotor de consensos, mas sim alguém que se envolve e se arrisca em toda a linha; alguém que recusa a todo o custo fórmulas simples, ideias prontas a consumir”. 

 

É na criatividade, na inovação e na capacidade de arriscar que sempre se construiu a diferenciação e, no futuro, esta continuará a ser a tónica que vai ditar quem estará na pole position. Não se pode estar focado apenas no curto prazo, e não arriscar, continuando numa posição cómoda. Neste novo ciclo de profunda mudança, só quem tiver capacidade de inovação e da captação da atenção dos seus clientes sairá vencedor. Como? Sendo arrojado e arriscando; lançando novos produtos ou serviços; mudando o seu posicionamento, se necessário; em suma, fazendo a diferença.

 

Tal como o Miguel aproveitou a bandeira vermelha na corrida para recomeçar mais forte, e arriscou na última curva, também agora, todas as marcas têm a oportunidade, especialmente as mais pequenas, de estarem ao nível das poderosas e, com criatividade, subirem ao pódio.



Artigos Relacionados

A opinião de Uriel Oliveira
20 de outubro de 2020
Opinião
"Art Inspires Technology, Technology Completes Art"
20 de outubro de 2020
Pessoas & Lugares

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Empower Brands Community Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

fechar

X

Faça parte da nossa comunidade!

A comunicação positiva e o jornalismo inspirador nunca foram tão relevantes para a gestão da sua empresa. Apoie a produção dos nossos conteúdos e dos nossos projetos fazendo parte de uma comunidade que promove o conhecimento, o valor das marcas e a economia sustentável.


Saiba como se tornar membro ou subscritor. Seja bem-vindo à Empower Brands Community e ao Imagens de Marca.

SUBSCREVER

Obrigado, consulte o seu email.