ghost image socials
A opinião de Hugo Oliveira
Quando todos opinam sobre Marketing Digital... Damn it!
1 de Abril de 2021
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Quando todos opinam sobre Marketing Digital... Damn it!
Hugo Oliveira
Chief Marketing Officer SYONE

Nota da direção editorial:

O jornalismo nunca foi tão importante para a economia do país. Apoie a produção dos nossos conteúdos tornando-se membro ou subscritor da nossa comunidade.

Faça parte de uma causa de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas que nelas trabalham.


Trabalhar em Marketing e Comunicação Digital é muitas vezes frustrante, pois há sempre alguém que “entende” do assunto e faz questão de emitir uma opinião ou um “acho que”, sem ter noção da forma como os meios digitais funcionam. 


Talvez porque os usam todos os dias. No entanto,

 

« O facto de conduzirmos um carro diariamente, não faz de nós mecânicos. »

 

Como estes inputs não estão estruturados, criam entropia na nossa estratégia e talvez por isso pouco ou nada ajudam. No entanto, como não vivemos numa bolha e é complicado evitar pareceres de quem nos rodeia, há que saber criar processos para conseguir validar o que nos dizem, de forma a facilitar o nosso trabalho. E este é o desafio.


Antes de explorar técnicas para conseguir inputs válidos sobre o nosso trabalho, é necessário e ter bem evidente que o único objectivo do marketing é aumentar as vendas. Não vale a pena “navegar na maionese” com grandes teorias, quando o destino de qualquer “caminho” de marketing o é a VENDA.


Assim sendo, podemos encontrar formas de estruturar as “opiniões”.

Em primeiro lugar definir a quem devo perguntar:


·  Wall of Fame – Nome do exercício básico, mas muito produtivo, de imprimir umas quantas fotografias de pessoas diferentes, dar-lhes nome, idade e profissão. De seguida vou tentar encontrar colegas que possam emular esses perfis e expô-los à minha campanha. Se conseguir mais pessoas de fora, perfeito.


A seguir (e a parte complicada), encontrar colegas sem background (e manias) de marketing:


·  Target Algodão – Um termo que eu gosto de usar porque o “algodão não engana”. Este target deveria ser em teoria a avó, o carteiro, o senhor do café ou um amigo DJ, mas neste exemplo terei de me contentar com um colega. Sabendo isto, é importante que estas pessoas não percebam muito de marcas, que não trabalhem em marketing ou que vejam o Imagens de Marca (esses já sabem muito).


Por fim, mostrar a campanha


·  Tela Branca – No momento da verdade, nunca devemos explicar a campanha ou mostrar uma apresentação com a estratégia associada. Basta mostrar o resultado final (vídeo, posts, email, etc) ao nosso “target” e perguntar: “Qual é a mensagem?” e/ou “O que é que está a promover?


Se a resposta não for curta e directa… temos um problema. Mas idealmente a resposta deverá ser próxima nesta tabela:

Image

No fim do dia, teremos mais algumas informações que nos podem ajudar a corrigir ou alterar a estratégia, sabendo que nunca estaremos livres do “achometro” ou do ROI.


Boas vendas.


Artigos Relacionados

Uma reflexão que se impõe nos Weekly Thoughts
9 de Abril de 2021
Pessoas & Lugares

fechar

Image

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Image

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

fechar

X

Faça parte da nossa comunidade!

A comunicação positiva e o jornalismo inspirador nunca foram tão relevantes para a gestão da sua empresa. Apoie a produção dos nossos conteúdos e dos nossos projetos fazendo parte de uma comunidade que promove o conhecimento, o valor das marcas e a economia sustentável.


Saiba como se tornar membro ou subscritor. Seja bem-vindo à Empower Brands Community e ao Imagens de Marca.

SUBSCREVER

Obrigado, consulte o seu email.