ghost image socials

Pesquisa

Patrões e empregados dizem ser mais produtivos
Portugueses querem ficar em casa no pós-pandemia
8 de Maio de 2020
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Portugueses querem ficar em casa no pós-pandemia

Há uma pergunta que ainda faz confusão a todos os trabalhadores, como será o trabalho no pós COVID-19?


A Fixando - uma a plataforma online para a contratação de serviços primários - realizou um estudo, durante o mês de abril, com base numa pesquisa feita junto de 1300 empresas e trabalhadores inscritos na sua plataforma.


Este inquérito concluiu que empregadores (45%) e funcionários (55%), mostram estar em sintonia em todos os aspetos que ao teletrabalho dizem respeito, “patrões e empregados dizem ser mais produtivos, com mais receitas, mais qualidade de vida e mais sustentabilidade a partir de casa.”


Este estudo revela ainda que os empregadores não querem voltar já ao trabalho presencial (75%) ou seja, defendem os benefícios do teletrabalho e 59% acreditam no que explorada a longo prazo poderá ser uma solução, também os trabalhadores (65%) mostram vontade de ficar a trabalhar a partir de casa.


Respetivamente à questão ambiental, os resultados deste inquérito adiantam ainda que, com o teletrabalho e o confinamento, 43% dos portugueses adquiriram hábitos mais sustentáveis, destacando-se a redução da utilização de transportes (48%), a redução de consumo de bens processados (31%) e um aumento no consumo de bens locais (28%).


Artigos Relacionados

A carregar...

fechar

Image

O melhor do jornalismo especializado levado até si. Acompanhe as notícias do mundo das marcas que ditam as tendências do dia-a-dia.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

Image

Fique a par das iniciativas da nossa comunidade: eventos, formações e as séries do nosso canal oficial, o Empower Brands Channel.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.