ghost image socials
Reportagem
Marcas na linha da frente
14 de abril de 2020
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Marcas na linha da frente

Há um Portugal que se resguardou de todo este cenário altamente perigoso de pandemia da Covid-19. Um Portugal que trabalha dentro de portas com a segurança de que não precisa de se expor ao perigo. Este Portugal que desapareceu das ruas, que deixou o silêncio invadir as cidades, contrasta com um outro Portugal, aquele, que todos os dias mantém o país a funcionar.


São estas marcas e empresas que não podem baixar os braços que trazemos para a linha da frente da nossa reportagem. Júlio Cabral é diretor fabril na fábrica da Sociedade Água de Luso, tem de se manter vigilante em alternância com um outro colega para que as águas engarrafadas não deixem de faltar ao mercado, mas também aos médicos, enfermeiros e doentes que lutam para combater a doença.


A fábrica está hoje diferente… não há proximidade nas zonas sociais, e nas linhas de produção o uso de máscara passou a fazer parte da rotina de proteção. Júlio, não quer pensar, mas sabe que tem de estar alerta caso algum colega seja infetado, Nuno Pinto de Magalhães, diretor de comunicação e relações institucionais da SCC explica que medidas foram tomadas e como a empresa está ajudar o país na linha da frente.


Para que esta fábrica não pare é fundamental que as equipas da EDP se mantenham operacionais nas barragens. A energia não pode falhar aos hospitais e aos portugueses, nem a nenhuma das empresas que mantém a cadeia de valor essencial a funcionar. Paulo Campos Costa, diretor global de marca e comunicação da EDP, explicou-nos via Skype como a empresa gere esta exigência de ter de colocar equipas em casa e no terreno. Partilha também connosco a reação que a empresa teve na canalização de todos os investimentos em marketing e comunicação para a compra de ventiladores e equipamentos de proteção para ajudar o SNS português. Essa é a prioridade. Contou-nos também, como está a marca a trabalhar para proteger as pessoas e ajudar nas diferentes geografias onde está presente.


Muitos portugueses por estes dias nem se lembram de pegar no carro. Mas para as ambulâncias, o transporte de idosos dos lares em situação de emergência, os transportes de mercadorias que asseguram que os produtos chegam a todas as lojas para alimentar a população é preciso não parar as refinarias. Também a Galp tem uma missão crucial nesta linha da frente. A marca não só mantém equipas operacionais no terreno, como está a redirecionar os investimentos em comunicação e de patrocínios para levar ajuda material a quem precisa, quer ao nível hospitalar, quer ao nível social. Joana Garoupa dá vários exemplos de como tem feito todos os esforços para estar ao lado dos grupos de risco e mais fragilizados, como dos médicos, tentando aliviar a exaustão recorrendo a autocaravanas que são colocadas junto aos hospitais com condições que permitem o repouso do pessoal médico.


Há muitas mais ações concretas deste Portugal que se mobilizou para que o país, que os portugueses precisam que funcione, não pare. São estas marcas que vamos acompanhar na linha da frente.

Artigos Relacionados

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Empower Brands Community Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

fechar

X

Faça parte da nossa comunidade!

A comunicação positiva e o jornalismo inspirador nunca foram tão relevantes para a gestão da sua empresa. Apoie a produção dos nossos conteúdos e dos nossos projetos fazendo parte de uma comunidade que promove o conhecimento, o valor das marcas e a economia sustentável.


Saiba como se tornar membro ou subscritor. Seja bem-vindo à Empower Brands Community e ao Imagens de Marca.

SUBSCREVER

Obrigado, consulte o seu email.