ghost image socials

Pesquisa

Estudo da Kaspersky
Maioria das pessoas sente-se mais confortável a trabalhar remotamente
6 de Dezembro de 2021
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Maioria das pessoas sente-se mais confortável a trabalhar remotamente

Faça parte do futuro do Imagens de Marca

O rigor, a relevância e a criatividade estão presentes nos conteúdos que disponibilizamos sem restrições, porque o jornalismo é um veículo fundamental para a economia do país.

Apoie a missão de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas: faça parte da nossa comunidade.

64% dos inquiridos diz não sentir um maior cansaço no final de um dia remoto, revela o estudo.


A digitalização das interações profissionais foi uma das mudanças potenciadas em 2020, fruto da pandemia de covid-19. E, atualmente, a maioria das pessoas diz-se até mais confortável a trabalhar remotamente, de acordo com um estudo recente da Kaspersky.


O estudo desenvolvido pela empresa de cibersegurança mostra que o modelo de trabalho remoto foi, regra geral, bem aceite pelos colaboradores. 67% dos inquiridos revela sentir-se mais confortável a trabalhar à distância ou não ter notado um aumento de ansiedade associado a horas extraordinárias. Já 41% afirma sentir-se ainda mais confortável a trabalhar a partir de casa.


Estes resultados evidenciam-se apesar de mais de metade dos colaboradores a trabalharem a partir de casa (54%) terem registado um aumento no fluxo de trabalho – embora 64% dos inquiridos diga não sentir um maior cansaço no final de um dia remoto. De facto, 36% declara ter mais energia a trabalhar a partir de casa, enquanto 28% afirma não notar uma diferença entre os dois formatos.


De forma contrastante, a percentagem de trabalhadores que se sente desconfortável por se distanciar dos seus colegas é ainda bastante significativa – com 36% dos inquiridos a mencionar a existência de um maior cansaço, ao passo que 33% relata um sentimento de maior ansiedade a trabalhar a partir de casa.


Uma solução que se está a revelar popular entre os colaboradores, de um modo geral, é o modelo de trabalho híbrido. Quase metade dos trabalhadores (45%) mudou-se, efetivamente, para um formato desta natureza em meados de 2021.


Outro recurso bem-visto pelos colaboradores passa pela implementação de práticas de bem-estar empresarial, numa altura em que as empresas começam já a dar resposta a este tipo de preocupações. A título de exemplo, 80% das empresas está já a investir em cursos de formação para melhorar as competências nucleares, tais como gestão e poupança de tempo (31%).


Uma percentagem mais reduzida de organizações está, por sua vez, a proporcionar outras vantagens, tais como tempo livre adicional pago ou férias anuais (30%), bem como a oferta de consultas e cursos de bem-estar online (29%). No entanto, o estudo revela que apenas 45% das empresas aplicou pelo menos uma medida prática para fazer face ao esgotamento dos colaboradores.

Artigos Relacionados

A carregar...

fechar

Image

O melhor do jornalismo especializado levado até si. Acompanhe as notícias do mundo das marcas que ditam as tendências do dia-a-dia.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

Image

Fique a par das iniciativas da nossa comunidade: eventos, formações e as séries do nosso canal oficial, o Empower Brands Channel.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.