ghost image socials

Pesquisa

Depois do impacto negativo da pandemia no setor
Indústria da moda deve regressar aos lucros “até 2022”
7 de Dezembro de 2021
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Indústria da moda deve regressar aos lucros “até 2022”

Faça parte do futuro do Imagens de Marca

O rigor, a relevância e a criatividade estão presentes nos conteúdos que disponibilizamos sem restrições, porque o jornalismo é um veículo fundamental para a economia do país.

Apoie a missão de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas: faça parte da nossa comunidade.

De acordo com o estudo “The State of Fashion 2022”, “a indústria registou lucros económicos negativos em 2020, pela primeira vez desde a última década”.


A pandemia e as restrições aplicadas para conter a propagação da covid-19 tiveram um impacto negativo em muitos setores e a indústria da moda não foi “exceção à regra”. Mas se 2020 foi um ano de prejuízo para as empresas que operam neste mercado, um relatório divulgado recentemente pela The Business of Fashion e pela consultora McKinsey & Company revela que o setor pode regressar aos lucros “até 2022”.


O estudo “The State of Fashion 2022” adianta que “a indústria registou lucros económicos negativos em 2020, pela primeira vez desde a última década”. No ano seguinte, um “recorde de 69% das empresas de moda destruíram valor em 2021”, o que viria a impactar negativamente o desempenho global da indústria.


No entanto, dados do McKinsey Global Fashion Index (MGFI), integrados neste estudo, mostram que a indústria está já numa fase de recuperação, “uma vez que o desempenho na primeira metade de 2021 aponta para um possível regresso ao lucro económico positivo até 2022”. De facto, as estimativas preveem que as vendas globais de moda ultrapassem os níveis de 2019 entre 3% e 8% já no próximo ano – “uma taxa de recuperação mais rápida do que a prevista há seis meses”.


Porém, a velocidade da recuperação do setor deverá variar “consoante a geografia”, indica o relatório “The State of Fashion 2022”. O crescimento da indústria será principalmente “impulsionado” pela China e pelos Estados Unidos da América, com o cenário na Europa a evoluir mais lentamente.


Isto porque, atualmente, a indústria da moda na China já está “de volta aos níveis de vendas pré-pandemia em todos os segmentos”. Neste país, é no setor do luxo que se faz sentir uma maior evolução nas vendas, as quais devem crescer entre 70% e 90% até final deste ano, em comparação com os valores de 2019.


Nos Estados Unidos, também se regista um sentimento positivo entre os consumidores, com 43% dos mesmos a ter intenções de aumentar os seus gastos com moda em 2021. Na Europa, onde se tem registado “um regresso mais lento aos níveis de vendas pré-pandémicas”, 67% dos executivos do mercado preveem, por sua vez, a existência de melhores condições comerciais em 2022 face ao ano anterior.


Embora se espere que 2022 seja um ano de crescimento, “desafios relacionados com a pandemia e a economia global” podem impactar negativamente a realidade do setor. Segundo a análise da The Business of Fashion e da McKinsey, as questões relacionadas com a cadeia de abastecimento são a maior causa de preocupação para a indústria, com 87% dos empresários do setor a estimar que as perturbações na cadeia de abastecimento vão ter um impacto negativo nas margens de lucro no próximo ano.


A “escassez de material”, conjugada com “estrangulamentos nos transportes” e um “aumento dos custos de transporte”, pode assim vir a “inflacionar ainda mais os custos de produção e provocar desequilíbrios entre a oferta e a procura” – o que poderá obrigar as empresas a aumentar os preços dos produtos. De facto, 67% dos executivos de moda antecipa a necessidade de subir os preços de retalho em 2022 (com uma subida média de 3%), enquanto 15% dos empresários espera mesmo aumentar os preços em 10% ou mais.

Artigos Relacionados

A carregar...

fechar

Image

O melhor do jornalismo especializado levado até si. Acompanhe as notícias do mundo das marcas que ditam as tendências do dia-a-dia.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

Image

Fique a par das iniciativas da nossa comunidade: eventos, formações e as séries do nosso canal oficial, o Empower Brands Channel.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.