ghost image socials

Pesquisa

A opinião de Pedro Matias
Essa 'treta' das Alterações Climáticas
25 de Novembro de 2021
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Essa 'treta' das Alterações Climáticas

Faça parte do futuro do Imagens de Marca

O rigor, a relevância e a criatividade estão presentes nos conteúdos que disponibilizamos sem restrições, porque o jornalismo é um veículo fundamental para a economia do país.

Apoie a missão de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas: faça parte da nossa comunidade.

Continuar a ler depois da Publicidade
Pub
Imagem - deskImagem - mob

Agora que eventualmente cativamos alguns leitores devido ao título provocativo, vamos então falar de um assunto que é deveras importante.


Em matéria de ambiente devemos sempre seguir uma posição que nos ajuda a pensar e a agir de modo diferente: “nós não herdamos o Mundo dos nossos avós, antes o pedimos emprestado aos nossos filhos”. E, assim, como qualquer coisa que se pede emprestada devemos devolvê-la pelo menos nas mesmas condições ou até, porventura, um pouco melhor.


O desenvolvimento económico e social está de facto a assumir um grande crescimento e com ele vem a questão da necessidade, quase inesgotável, de energia e por conseguinte a poluição acrescida que produção da mesma provoca e o forte impacto no clima e no Planeta.


Vejamos apenas dois gráficos que nos ajudam a perceber se as Alterações Climáticas são de facto reais ou se são “uma treta”:


Image


No gráfico da esquerda, percebemos rapidamente o crescimento exponencial das emissões totais de CO2 por ano e percebemos que nos últimos 100 anos elas tiveram um aceleramento brutal. Dessas emissões, mais de metade ocorreram nos últimos 30 anos… Ou seja, a primeira conclusão evidente: o Planeta Terra não aguenta, de todo, mais 100 anos com este tipo de crescimento exponencial e respetivos impactos. É tão simples quanto isso.


No gráfico da direita, vemos o que contribui essencialmente para essas emissões de CO2 e concluímos rapidamente que as mesmas são em grande parte decorrentes da necessidade de obtenção de energia para suportar o modelo de economia e de sociedade que se criou nos últimos anos e que é fortemente consumidor de energia. Como vemos, grande parte das emissões derivam da necessidade de queima de combustíveis fosseis para se produzir energia. Ou seja, a segunda conclusão evidente (que é igual à primeira): o Planeta Terra não aguenta, de todo, mais 100 anos com este tipo de crescimento exponencial e respetivos impactos. É tão simples quanto isso.


Posto isto parece absolutamente evidente, para quem ainda nega estes factos, que o Planeta Terra não vai durar muito.


E é aqui que voltamos ao início do texto. Que Planeta queremos deixar para os nossos filhos e netos e para toda a Humanidade?


A responsabilidade é toda nossa. É toda de quem no presente não atua para prevenir o futuro. De quem no presente não atua para que continue a existir futuro…


Dai a questão da relevância que recente Conferencia das Nações Unidades sobre o Clima e que como sabemos, pese embora alguns avanços importantes, não conseguiu consciencializar os grandes líderes mundiais para a necessidade imperiosa de um Acordo Global para o Clima, uma espécie de “Earth Agreement” que nos permitisse evoluir para formas de presença na Terra mais amigas do ambiente e assentes no desenvolvimento sustentável da economia e da sociedade.


A questão de fundo é que todos os líderes do mundiais são minimamente inteligentes para perceber que existe um problema, mas poucos estão disponíveis para abdicar de questões internas relativas aos seus países, aos seus programas políticos e agendas próprias e eventualmente do seu poder em prol de algo maior que, evidentemente vai prejudicar as suas próprias populações no longo prazo, mas vai permitir que mantenham o seu poder no curto prazo…


Enquanto tivermos uma lógica de curto prazo e colocarmos o poder pelo poder acima de tudo não vamos conseguir inverter esta tendência e por isso seguiremos para o abismo que todos percebemos que vai ter lugar.


Artigos Relacionados

A carregar...

fechar

Image

O melhor do jornalismo especializado levado até si. Acompanhe as notícias do mundo das marcas que ditam as tendências do dia-a-dia.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

Image

Fique a par das iniciativas da nossa comunidade: eventos, formações e as séries do nosso canal oficial, o Empower Brands Channel.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.