ghost image socials
Já a partir do próximo ano
Elon Musk quer ligar cérebros humanos diretamente a computadores
21 de Julho de 2021
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Elon Musk quer ligar cérebros humanos diretamente a computadores

Nota da direção editorial:

O jornalismo nunca foi tão importante para a economia do país. Apoie a produção dos nossos conteúdos tornando-se membro ou subscritor da nossa comunidade.

Faça parte de uma causa de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas que nelas trabalham.


Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX, deu a conhecer os seus planos de conectar diretamente cérebros humanos a computadores, adianta a NBC News.


De acordo com o bilionário, a ideia passa por implantar um primeiro protótipo num cérebro humano já no final do próximo ano. Um projeto que, na perspetiva de Musk, resultará numa verdadeira “simbiose com a inteligência artificial”.


Numa apresentação feita na California Academy of Sciences, na cidade norte-americana de São Francisco, o fundador da Tesla anunciou que alcançar esse objetivo vai ainda “levar um longo tempo”, esclarecendo que conseguir aprovação federal para a implantação de dispositivos neurológicos em seres humanos é uma tarefa difícil.


Ainda assim, Musk adiantou, citado pela NBC News, que a realização de testes em animais está já a decorrer, com um macaco a ter sido já capaz de “controlar um computador” com recurso ao seu “cérebro”.


Em 2016, Elon Musk fundou a Neuralink Corporation, com o objetivo de criar “interfaces cérebro-máquina de largura de banda ultraelevada para ligar seres humanos e computadores". No ano seguinte, a empresa veio acrescentar que o seu objetivo inicial passaria por conceber interfaces cerebrais capazes de aliviar os sintomas de condições médicas crónicas.


Porém, na referida apresentação, o bilionário terá ainda acrescentado que este seu projeto recente pretende combater os riscos a que a humanidade poderá estar sujeita por causa do rápido desenvolvimento da inteligência artificial.


Uma realidade que, na sua ótica, implicará que se encontre uma forma de fazer com que o cérebro humano se “funda” com a inteligência artificial, provavelmente através da implantação de pequenos chips sem fios nesse mesmo órgão.

Artigos Relacionados

fechar

fechar

X

Faça parte da nossa comunidade!

A comunicação positiva e o jornalismo inspirador nunca foram tão relevantes para a gestão da sua empresa. Apoie a produção dos nossos conteúdos e dos nossos projetos fazendo parte de uma comunidade que promove o conhecimento, o valor das marcas e a economia sustentável.


Saiba como se tornar membro ou subscritor. Seja bem-vindo à Empower Brands Community e ao Imagens de Marca.

SUBSCREVER

Obrigado, consulte o seu email.