ghost image socials
Girls in STEM
Vodafone vai formar mil adolescentes de 26 países em programação
9 de fevereiro de 2018
Image
Image

Para assinalar o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, a ser celebrado no domingo, dia 11, o Grupo Vodafone anuncia que vai formar 1000 adolescentes de 26 países no âmbito do programa Girls in STEM. Em Portugal, após ter realizado um projeto piloto, que terminou em dezembro, a Vodafone lança uma nova edição do programa, promovendo a concretização de 40 cursos durante o ano.

Em 2017, cerca de 500 raparigas de todos os países onde a Vodafone opera aprenderam a programar. Em Portugal, no final de 2017 a Vodafone levou a cabo um piloto, realizado em colaboração com a Happy Code, dando formação em programação a 23 alunas da Escola Secundária D. Filipa de Lencastre, em Lisboa. Durante as 12 horas de duração deste curso piloto, as participantes aprenderam os primeiros conceitos de programação e de base de dados. A experiência proporcionou, ainda, o desenvolvimento de várias aplicações e jogos para telemóvel, utilizando, por exemplo, sensores de proximidade, movimento, tempo e localização, disponíveis em qualquer dispositivo móvel.

Vodafone vai formar mil adolescentes de 26 países em programação
Marco Silva
Jornalista

Licenciado em comunicação, apaixonado por música e pelas coisas boas da vida. Uma boa história, uma boa conversa são coisas que não têm valor mensurável e é isso que tento trazer para o trabalho que faço.

Para assinalar o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, a ser celebrado no domingo, dia 11, o Grupo Vodafone anuncia que vai formar 1000 adolescentes de 26 países no âmbito do programa Girls in STEM. Em Portugal, após ter realizado um projeto piloto, que terminou em dezembro, a Vodafone lança uma nova edição do programa, promovendo a concretização de 40 cursos durante o ano.

Em 2017, cerca de 500 raparigas de todos os países onde a Vodafone opera aprenderam a programar. Em Portugal, no final de 2017 a Vodafone levou a cabo um piloto, realizado em colaboração com a Happy Code, dando formação em programação a 23 alunas da Escola Secundária D. Filipa de Lencastre, em Lisboa. Durante as 12 horas de duração deste curso piloto, as participantes aprenderam os primeiros conceitos de programação e de base de dados. A experiência proporcionou, ainda, o desenvolvimento de várias aplicações e jogos para telemóvel, utilizando, por exemplo, sensores de proximidade, movimento, tempo e localização, disponíveis em qualquer dispositivo móvel.

Artigos Relacionados

Marca foi apresentada em 1968
18 de maio de 2018
Marcas & Empresas

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.