ghost image socials
Através da aplicação Daisie
Um “LinkedIn” para artistas?
9 de agosto de 2018
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Um “LinkedIn” para artistas?
Ema Gil Pires
Jornalista Estagiária

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa e com um enorme fascínio pelo mundo da música e do desporto. Descobrir novas histórias e temáticas inovadoras é algo que lhe desperta um grande interesse, tal como dar a conhecê-las àqueles que a rodeiam.

Esta é a proposta de Maisie Williams, a atriz que representa o papel de Arya Stark na série “Game of Thrones”. No passado dia 1, a atriz lançou uma aplicação para iOS, denominada Daisie, onde todos os artistas, desde o mundo do cinema ao da música, podem exibir os seus trabalhos e encontrar colaboradores para parcerias futuras.

Esta nova startup, criada em parceria com Dom Santry, seu sócio e co-fundador do projeto, e que se assemelha a um “LinkedIn” para os profissionais do meio artístico, conta já com os conteúdos de 100 criadores na sua plataforma desde o momento do seu lançamento.

Como explicado pelos co-fundadores da startup à TechCrunch, esta aplicação pode inicialmente assemelhar-se a outras redes sociais, embora isso não seja assim tão linear. Por exemplo, com a Daisie não é feita uma contagem dos seguidores, esclarece Maisie Williams: “Se existem seguidores, então o aplicativo torna-se uma competição, um concurso de popularidade”.

E contrariamente às relações unilaterais que são geralmente estabelecidas entre os seguidores nas várias redes sociais, a nova aplicação pretende criar uma ativação de “correntes” de utilizadores que, para além de visualizarem os perfis de outros indivíduos, contactam com os seus projetos e têm a possibilidade de contribuir para o seu desenvolvimento.

E Williams tenta detalhar como é que a Daisie funciona realmente: “Eu tenho este vídeo de 30 segundos onde estou a cantar uma música, mas apercebi-me de que sou uma melhor escritora de letras do que sou uma compositora e eu realmente adoro o que tocas. Então eu pergunto se poderias compor-me uma melodia e se poderíamos trabalhar juntos nisso”.

Com esta aplicação, por enquanto apenas disponível para iOS, a cofundadora pretende transformar o perfil de um utilizador num autêntico currículo online ou portefólio de trabalhos. E, dessa forma, poderia vir a ser uma ajuda preciosa para essa pessoa no processo de busca de trabalho. “Queremos basicamente devolver o poder ao criador”, afirma. “Em vez de eles terem que se vender para se encaixar na ideia de alguém sobre qual seria o trabalho deles, eles podem deixar a arte deles falar por si mesmos.”



Artigos Relacionados

O novo Huawei Mate 20 Pro
18 de outubro de 2018
Tech
Intelligent Awareness
18 de outubro de 2018
Tech
Para utilizadores, motoristas e parceiros de entrega
17 de outubro de 2018
Tendências & Tecnologia

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.