ghost image socials
Destaques nacionais e internacionais
Tesla lava as mãos de acidente mortal com piloto automático
16 de abril de 2018
Image
Image

Já todos sabemos que o mercado cervejeiro vive dos momentos de convívio. Basta olharmos para a assinatura, posicionamento e campanhas das diferentes marcas. Mas o que acontece quando beber em público, um momento recorrentemente partilhado com amigos, se torna ilegal? Desde o inicio do ano que o governo da Colômbia vetou uma lei que encoraja os cidadãos a denunciar casos considerados “menos graves” à polícia: como graffiti, barulho fora de horas ou beber em público. A Poker, cerveja colombiana, e a agência DDB Colômbia quiseram solucionar o problema: fizeram uma parceria com artesões locais para recriar uma tasca de bairro popular de forma a que se torne num espaço privado. O objetivo final desta ação é incentivar os legisladores colombianos a reconsiderar a lei.

Entretanto a Tesla está a culpar o motorista do acidente fatal que aconteceu no mês passado envolvendo um Tesla Model X, enquanto este estava em piloto automático. A família de Walter Huang, motorista que esteve envolvido no acidente, está a investigar uma ação legal contra a Tesla, sugerindo que o sistema autónomo do automóvel está com um defeito. A Tesla afirma que o sistema não teve culpa no incidente, culpando Huang por “não prestar atenção à estrada”. O Model X incendiou-se após embater contra o separador de faixas em betão, na Califórnia.

Depois de ter aberto insolvência em Portugal, as instalações, frota e equipamentos da antiga Triumph vão ser leiloadas no dia 3 de maio, com um preço base de 5,7 milhões. A empresa alemã Triumph possuía uma fábrica em Sacavém, concelho de Loures, que foi adquirida em setembro de 2016 pela empresa Têxtil Gramax Internacional, uma sociedade portuguesa de capital suíço.

Entretanto no nosso site destaque para a estratégia da REMAX que quer chegar aos 10 mil agentes até 2020 e também a entrevista na íntegra a Sofia Tenreiro, diretora geral da Cisco, em mais um I´M Out of Office, com Cristina Amaro.

Tesla lava as mãos de acidente mortal com piloto automático
Marco Silva
Jornalista

Licenciado em comunicação, apaixonado por música e pelas coisas boas da vida. Uma boa história, uma boa conversa são coisas que não têm valor mensurável e é isso que tento trazer para o trabalho que faço.

Já todos sabemos que o mercado cervejeiro vive dos momentos de convívio. Basta olharmos para a assinatura, posicionamento e campanhas das diferentes marcas. Mas o que acontece quando beber em público, um momento recorrentemente partilhado com amigos, se torna ilegal? Desde o inicio do ano que o governo da Colômbia vetou uma lei que encoraja os cidadãos a denunciar casos considerados “menos graves” à polícia: como graffiti, barulho fora de horas ou beber em público. A Poker, cerveja colombiana, e a agência DDB Colômbia quiseram solucionar o problema: fizeram uma parceria com artesões locais para recriar uma tasca de bairro popular de forma a que se torne num espaço privado. O objetivo final desta ação é incentivar os legisladores colombianos a reconsiderar a lei.

Entretanto a Tesla está a culpar o motorista do acidente fatal que aconteceu no mês passado envolvendo um Tesla Model X, enquanto este estava em piloto automático. A família de Walter Huang, motorista que esteve envolvido no acidente, está a investigar uma ação legal contra a Tesla, sugerindo que o sistema autónomo do automóvel está com um defeito. A Tesla afirma que o sistema não teve culpa no incidente, culpando Huang por “não prestar atenção à estrada”. O Model X incendiou-se após embater contra o separador de faixas em betão, na Califórnia.

Depois de ter aberto insolvência em Portugal, as instalações, frota e equipamentos da antiga Triumph vão ser leiloadas no dia 3 de maio, com um preço base de 5,7 milhões. A empresa alemã Triumph possuía uma fábrica em Sacavém, concelho de Loures, que foi adquirida em setembro de 2016 pela empresa Têxtil Gramax Internacional, uma sociedade portuguesa de capital suíço.

Entretanto no nosso site destaque para a estratégia da REMAX que quer chegar aos 10 mil agentes até 2020 e também a entrevista na íntegra a Sofia Tenreiro, diretora geral da Cisco, em mais um I´M Out of Office, com Cristina Amaro.

Artigos Relacionados

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.