ghost image socials
A opinião de Carolina Afonso
Patrocínios e apoios: o que pergunto sempre!
12 de junho de 2019
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Patrocínios e apoios: o que pergunto sempre!
Carolina Afonso
Professora Universitária | Marketing Manager

Ao longo de mais de 12 anos a trabalhar como diretora de marketing, são vários os emails que recebo com pedidos de apoios de patrocínios. Tenho também tido o privilégio de ter desenvolvido trabalho nesta área nas marcas onde tenho vindo a trabalhar quer com patrocínios de festivais de música como Nos Alive ou Rock in Rio, como noutro tipo de eventos como Lisbon Games Week, ComiCon, Volvo Ocean Race, Estoril Open, Moda Lisboa, etc ou outros de menor dimensão.

Muitos destes pedidos de patrocínio que recebo são apresentações do evento, com dados de edições anteriores (caso tenham havido), com número de visitantes, clipping, vídeos e depois pacotes de patrocínio, muitas vezes designados como “silver”, “gold”, “platinum” ou main sponsor.

Verifico, contudo, nestas apresentações que são raras as vezes que quem as faz se coloca do lado da marca. Ou seja, trata-se de uma apresentação feita quase que para gáudio do próprio organizador e não apresenta argumentos relevantes para a marca que querem angariar como patrocinar, em que muitas vezes nem a conhecem bem.

A questão a fazer é logo: o que é que a minha marca pode ganhar com esta associação? Faço muitas vezes esta questão e muitas vezes não encontro resposta do outro lado. É que a apresentação é a mesma que se faz a todas as marcas, mudando em alguns casos apenas o logotipo no primeiro slide.

Partilho convosco algumas das questões que questiono sempre, para além da que já mencionei acima e que é a principal. Algumas destas questões coloco-as ao organizador e outras faço-as a mim própria.

- Qual a razão principal da associação entre a marca e o evento? Existem valores partilhados? Qual o perfil da audiência?

- Como rentabilizar este patrocínio para lá da mera troca de logotipos?

- Que objetivos tenho com este evento? Gerar leads? Notoriedade de Marca?

- Tenho algum produto a que possa associar ao evento e que seja relevante para esta audiência de forma a criar um produto oficial?

- Como vou comunicar esta associação antes do evento, durante evento e após o evento?

- Como vou interagir com a audiência no local do valor para lá da mera oferta de merchandising? Que valores da minha marca pretendo destacar? Que benefícios do produto ao serviço vou comunicar?

- Vou ter exclusivo no patrocínio dentro da área de negócio em que a marca atua?

- Em anos anteriores, estiveram presentes concorrentes? Se sim, que ativações foram feitas?

- Qual o investimento total necessário para comunicar bem esta associação, pois não basta pagar o fee do patrocínio? Há que antecipar e contemplar custos adicionais e em muitos casos superiores, como plano de meios, ativação de marca, etc.

- Como envolver os vários stakeholders da empresa no evento (colaboradores, media, clientes, parceiros)?

- Que retorno pretendo obter nas várias ações planeadas para lá do patrocínio (plano de meios, ativação de marca, relações públicas, vendas, etc)?

Nem sempre é fácil obter as respostas a todas estas questões e na realidade nem sempre as obtenho. Mas procuro cada vez mais tomar decisões fundamentadas e questionar é meio caminho andado para o sucesso das mesmas e acrescentar valor ao trabalho que fazemos.

Artigos Relacionados

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.