ghost image socials
image logo ebc
A opinião de Susana Albuquerque
Palcos e microfones
11 de dezembro de 2019
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Palcos e microfones
Susana Albuquerque
Diretora Criativa Uzina Lisboa

Dezembro é mês de balanço, até para o Clube de Criativos. Há um ano, quando começámos esta direcção, eu, a Andreia, o Pedro, o Luis, o Zé e o Diogo, tínhamos algo em comum, além da aversão aos palcos e aos microfones. Queríamos contribuir para o mercado onde trabalhávamos. Unir colegas e celebrar as melhores ideias. Aproximar o CCP dos marketeers. Ajudar a formar uma nova geração de profissionais. Fazer a ponte com outros países e continuar a criar uma memória colectiva da criatividade portuguesa. Desde o primeiro dia, não parámos de afinar ideias e objectivos. É fácil ter ideias para o CCP. É mais difícil conseguir meios para as fazer.

O CCP é uma associação sem fins lucrativos que trabalha para promover a criatividade nacional. Graças a isso, o Clube atrai a generosidade de muitos profissionais que dão o seu tempo. Nos últimos anos, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e da Junta de Freguesia de São Vicente, o CCP tem vindo a profissionalizar-se. Hoje, emprega 2 pessoas a tempo inteiro, a Susana e a Sara. A direcção, eleita pelos sócios a cada dois anos, define a estratégia, traz ideias, toma decisões e estabelece contactos. Mas esta direcção, como todas desde a fundação do Clube, é feita de voluntários que mantêm a sua actividade profissional fora do CCP. Por isso o Clube precisa de profissionais contratados para garantir que as iniciativas acontecem. E hoje em dia acontece muita coisa.

Quem esteve connosco na assembleia de Novembro é testemunha. Este ano, o Festival voltou a ficar na memória de quem lá esteve. Juntámos criativos e clientes num mesmo palco. Voltámos a apurar os rankings da criatividade nacional. Aproximámos o CCP de outros clubes internacionais, sobretudo o ADCE, o D&AD e o One Club, organizações também sem fins lucrativos. Fizemos rodar portfólios, levámos uma nova geração ao palco e a outros mercados, estivemos em várias escolas, demos formação com profissionais reconhecidos, levámos gente de cá a fazer parte de festivais lá fora, trouxemos novas marcas para o clube. Fizemos o primeiro Folha em Branco e estamos agora a terminar o segundo.

Acontece muita coisa no CCP, mesmo sabendo que ainda há muito por fazer. Quando nos perguntam o que vem a seguir, o que é mais urgente agora, não temos dúvidas na resposta: o clube precisa de sócios. Temos 240 sócios com as quotas em dia. O que é pouco, se pensarmos que num só dia de festival juntámos 950 pessoas na ETIC e que todos os meses enviamos novidades para mais de 2300. Essa será uma missão para 2020: converter simpatizantes em sócios, porque sem sócios não há clube.

“Ser sócio do CCP? Mas isso dá direito a quê?” é a pergunta frequente de quem dantes pagava quotas para receber dois anuários, no tempo em que existiam anuários. Passado um ano de direcção, e já com menos medo do microfone, tenho vontade de subir ao palco para dizer que ser sócio, agora, dá direito a muito mais do que dois anuários. Ser sócio do CCP dá direito a ter este Clube.

São as quotas dos sócios, as inscrições no Festival e o apoio de alguns parceiros que pagam tudo o que o CCP faz. Todo o dinheiro recebido é devolvido em géneros. O Clube não existe para dar lucro ao accionista, mas para dar resultados que beneficiam cada vez mais gente. Por isso despeço-me com desejos de boas festas e um pedido: façam-se sócios do CCP e não apenas simpatizantes. Termos mais sócios no CCP é termos mais Clube de Criativos para todos.


Artigos Relacionados

Nova marca do município
24 de janeiro de 2020
Pessoas & Lugares
A opinião de Alberto Rui Pereira
24 de janeiro de 2020
Opinião
Mais que mulheres, líderes
23 de janeiro de 2020
Pessoas & Lugares

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.