ghost image socials
Emissão online
Os negócios podem ser “bonitos”
18 de novembro de 2018
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Os negócios podem ser “bonitos”

Independentemente de serem mais ou menos tecnológicos, os negócios podem ser bonitos se forem humanizados.


É curioso que, o mês de novembro colocou Portugal, e Lisboa em particular, no calendário dos grandes, mas também dos eventos mais disruptivos, para falar de tecnologia e pessoas. Muitos nem se aperceberam que, do lado oriental da cidade, no Parque das Nações celebrava-se as maravilhas da inovação tecnológica e de outro lado, no coração da cidade mais antiga, junto a São Bento, enalteciam-se as competências humanas que a Inteligência Artificial e as máquinas nunca poderão ter. Mas estão estas duas forças em tensão e em oposição? Não são ambas necessárias para os negócios e a economia? Na House Of Beautiful Business não se procuraram respostas.


Nesta Casa habitada durante 6 dias por CEOs, filósofos, cientistas sociais ou artistas, abrem-se as janelas do pensamento para arejar a mente com novas perspetivas, visões desconhecidas, ideias que se soltam, encontros de silêncio para olhar para dentro dos outros. Na casa dos negócios bonitos a força de trabalho é o centro da atenção e é com esta força, a sua criatividade e emoções que se vai moldar a inovação que a máquina ira executar na perfeição. Como se humanizam as empresas? É sentir o espírito da House, onde, segundo nos disseram, o Imagens de Marca foi o único inquilino da TV nacional a viver por um dia a experiência da casa. Falámos com o fundador da iniciativa, mas também com empresas, como a Galp que apadrinha o evento em Lisboa e com pessoas ligadas à aprendizagem. Porque o futuro do trabalho vai passar por aí. Assim como a economia mais criativa passa pela inovação, empreendedorismo e startups.


O jornalista Fernando Paula mergulhou na multidão do maior Web Summit de sempre para acompanhar a estratégia de algumas das grandes empresas portuguesas como a EDP e a Fidelidade na edição deste ano. Aqui e ali foi anotando linhas de pensamento de vários oradores internacionais, que nos falam de como vão ser as marcas em 2050 ou da transformação do setor automóvel para o negócio dos serviços de mobilidade. Foram alguns dos temas que soaram mais alto das vozes dos 1200 nomes convidados para o evento. Os números são de resto impressionantes! A tecnologia mostrada ao mundo na Web Summit e colocada em prática para modernizar os negócios tradicionais que se querem posicionar neste mundo da digitalização.


Os CTT são um grande “case” nesta emissão. O jornalista Francisco Branco foi conhecer as inovações da marca para a automatização de processos e o programa de apoio a startups. Enviamos assim um postal para o futuro, escrito, claro está, pela mão humana!

Artigos Relacionados

Emissão Online
9 de dezembro de 2018
Emissões
As imagens que ainda não viu
7 de dezembro de 2018
I'M a Brand
Este fim de semana, SIC Notícias
7 de dezembro de 2018
TV

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.