ghost image socials
A opinião de Joana Carravilla
O MUUDA era AGILE
27 de novembro de 2018
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
O MUUDA era AGILE
Joana Carravilla
Country Manager Iberia - E.Life

Há 13 anos tive uma loja – uma concept store, será o nome mais ajustado – que se chamava MUUDA. O nome foi-lhe dado por uma razão bem simples: o espaço era grande e estava dividido por grandes temas – artes, sabores e design. Eu e as minhas duas sócias definimos como objetivo para o espaço que tudo nele fosse experimentado, vivido ou experienciado, e o cliente levasse consigo algo de novo ou se sentisse, de alguma forma, renovado. A nossa missão era assumir e explorar a mudança e experimentação e o nome fez jus a isso mesmo.

O MUUDA teve vários anos felizes de vida, onde cumpriu a missão que lhe demos – a de mudar e surpreender, acompanhando as inovações, as novas propostas dos artistas e as tendências que conseguimos agarrar. Éramos ágeis, arrojadas, arriscávamos sempre, e fazíamo-lo sem medo de falhar. E falhámos, claro... Várias vezes. E isso foi ótimo.


O negócio não tinha investidores, nós não tínhamos dinheiro e, por isso, montámos um modelo win-win com parceiros – os artistas, os designers, os cozinheiros e as jovens marcas, onde todos ganhavam se o projeto corresse bem. A nossa inocência de jovens empresárias, a ausência de preconceitos e a energia para fazer novo e diferente foram a chave de sucesso de um projeto que durou sete anos e do qual só saímos quando sentimos as responsabilidades da idade e da família a crescer e, assim, o nosso fôlego começou a escassear.


Agora olho para trás com saudades e, com mais alguns anos de experiência em gestão de empresas, pessoas e relação com clientes e fornecedores, apercebo-me que o nosso pequeno e arrojado negócio tinha nele uns alicerces muito sólidos. O MUUDA assentava em princípios-base com os quais me acabei por cruzar há algum tempo: nós éramos muito AGILE. Este conceito e metodologia surgiram inicialmente ligados ao desenvolvimento de software, mas as suas características adaptam-se transversalmente à gestão de qualquer negócio e a flexibilidade e colaboração são mais relevantes do que a rigidez de processos e planeamento clássicos.


O manifesto Agile rege-se por quatro princípios essenciais.

1. Indivíduos e Interações – mais do que processos e ferramentas

No MUUDA vivíamos de relações e transparência e procurávamos chamar para o nosso lado quem pensasse assim e também tivesse vontade de arriscar connosco. Hoje mantenho essa mentalidade e tento incutir isso na minha equipa: ouvir o cliente, entender como ajudá-lo e ser ágil a fazê-lo. Se conseguirmos isso, temos um cliente (e um amigo) para a vida.


2. Responder a mudanças – mais do que seguir um plano

Na nossa concept store, nunca fizemos um plano de nenhum tipo: de negócio ou de comunicação. Optámos por ouvir os clientes, estar atentas às inovações e agarrar os desafios. Hoje, com um negócio mais pesado, já “desenho” cenários e depois levo-os para desafiar o cliente a testá-los.


3. Testes em funcionamento – mais do que análises em detalhe

Alugámos o espaço do MUUDA em novembro de 2005 e não tínhamos dinheiro para as obras, mas arrancámos logo com uma venda de Natal. Conseguimos assim testar a zona, comunicar a nova loja que aí chegaria e ainda conseguir orçamento para as obras! “Vamos fazer um projeto pequeno, com pouco risco e já vemos se vale a pena avançar?” Este é o nosso eterno desafio.


4. Colaboração – mais do que negociações e contratos

Com fornecedores e com clientes. Trabalhar a quatro mãos, sempre. Não nos atribuo, a mim ou às minhas sócias, nenhum mérito especial. O que fizemos foi só natural. E é isso que falta em muitas das empresas: gerir com naturalidade, agilidade, verdade e sem medos nos seus negócios e relações com clientes e fornecedores.




Artigos Relacionados

A opinião de Luciana Cani
10 de dezembro de 2018
Opinião
A opinião de Bernardo Lucas
7 de dezembro de 2018
Opinião
A opinião de Rogério Canhoto
6 de dezembro de 2018
Opinião

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.