ghost image socials
Diretor criativo da Chanel
Morreu Karl Lagerfeld aos 85 anos
19 de fevereiro de 2019
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Morreu Karl Lagerfeld aos 85 anos
Marco Silva
Jornalista

Licenciado em comunicação, apaixonado por música e pelas coisas boas da vida. Uma boa história, uma boa conversa são coisas que não têm valor mensurável e é isso que tento trazer para o trabalho que faço.

Karl Lagerfeld, o diretor criativo da Chanel, morreu esta terça feira aos 85 anos. O estilista alemão, conhecido como o rei da moda, estava doente já há um mês e durante a sua carreira deixou o cunho em marcas como Chanel e Fendi, e depois de várias semanas doente, faleceu em Paris. Com 3 décadas à frente da maison francesa, Chanel, desde 1983, o designer produzia cerca de 8 coleções por ano que eram sempre bem recebidas pela industria assim como os seus admiradores.

Quando Lagerfeld chegou à Chanel a marca estava a perder a atualidade no mundo da moda e rapidamente recuperou também devido ao contributo do estilista alemão. Pouco tempo depois Karl lançou a sua própria marca, em 1984.

Há duas semanas não foi visto na semana da moda em Paris, uma ausência que deixou em sobreaviso quem o conhecia melhor e augurava o que estava para vir. Karl Lagerfeld era presença assídua neste evento.

Nascido em Hamburgo, na Alemanha, era conhecido pela sua imagem de marca à qual era fiel há muitos anos. A paixão do estilista e costureiro pelo mundo da moda surgiu em 1933 quando acompanhou a mãe a um desfile da Dior, rapidamente se dedicou ao design de peças já desde criança.

Mónica Seabra-Mendes, como Especialista em gestão do Luxo e curadora da rubrica “A Excelência do Luxo” do Imagens de Marca, perguntámos-lhe qual é a marca que deixa Lagerfeld no mundo da moda e do luxo.

Image


Mónica - A ausência de Karl Lagerfeld no último desfile Chanel, já indiciava que qualquer coisa se passava. Karl faleceu hoje, em Paris, aos 85 anos. A moda e o Luxo perderam o seu mais prolífico e incansável ícone criativo, com uma carreira caracterizada pelo longevidade, constante reinvenção e sucesso. Karl era absolutamente incansável e focado no seu trabalho. Desenhar para ele era como respirar e só deixou efetivamente de criar, com o seu ultimo fôlego.


Durante cerca de 70 anos, geriu as casas CHANEL e FENDI bem como a sua própria marca. A sua criatividade e talento não se esgotavam apenas no design de moda. Também fotografava, realizava campanhas publicitárias e encenava. Foi responsável por elevar a Alta Costura Francesa e os seus desfiles para níveis de mediatismo sem precedentes. A última vez que o vimos na apresentação de um desfile foi na apresentação Chanel Pret-à-Porter Primavera/Verão 2019, quando ele transformou o Grand Palais em Paris, numa enorme praia.

Tinha um entendimento muito profundo sobre a moda e o luxo e uma capacidade quase ilimitada de inovar, garantindo à tradicional marca Chanel, pertinência e frescura.

Pessoalmente, sou fã incondicional da alta costura Chanel by Karl. Um legado incrível e um espaço na moda e no luxo insubstituível.


Artigos Relacionados

Em ação solidária
22 de março de 2019
Últimas
Calamidade está a afetar região
21 de março de 2019
Marcas & Empresas
Grupo apresenta resultados
21 de março de 2019
Marcas & Empresas

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.