ghost image socials
A opinião de Nuno Pinto de Magalhães
Marketing de Influência
16 de abril de 2019
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Marketing de Influência
Nuno Pinto Magalhães
Presidente da Auto Regulação Publicitária

Apenas algumas reflexões sobre o Marketing de influência:

Em primeiro lugar destaco a existência de diversos estudos, credíveis, que demonstram inequivocamente o crescimento e evolução que vem sofrendo este tipo de comunicação comercial, que se faz essencialmente nas redes sociais, via influencers no sentido amplo .

Em segundo lugar, e conforme as análises efectuadas o revelam, é também de referir que o Marketing de influência está "saudável". Não quero com isto dizer que existe uma conformidade absoluta com as regras que vigoram. De facto há, e com toda a probabilidade persistirão, engodos censuráveis e comunicações comerciais desonestas, algumas destas fraudulentas e até, como tal, objecto de actuação policial.

Neste contexto, e não só como presidente da Auto Regulação Publicitária, entendo que a auto-regulação que preconizamos deve, pela sua natureza, antecipar-se à intervenção legislativa, neste caso através de orientações e normas éticas cuja implementação, sob a égide daquela cabe primeiro e primordialmente aos agentes económicos, leia-se anunciantes.

Não obstante, e como por diversas vezes tenho dito, mais prejudicial é criarmos normativos que não sejam sustentados por uma e respectiva aplicação prática, ou seja, pela efectiva demonstração de resultados consequentes de uma cabal implementação dos mesmos.

Sempre temos trabalhado neste sentido. Mas nunca sem deixarmos de estar receptivos a iniciativas oriundas das demais entidades competentes sobre esta matéria.

A propósito disto, relevo aqui a recente posição tomada pela DGC- Direção Geral do Consumidor, a qual e na sua essência se destina, em jeito da louvável prevenção, informar a Indústria, os Influenciadores e destinatários das regras que cabem no âmbito do Marketing de Influência.

Além de sessões de esclarecimento, veio agora a DGC publicar um documento designado por “Informação sobre regras e boas práticas no Marketing de Influência” que conforme refere a própria informação desta Direção Geral visa “sensibilizar todos os intervenientes para o cumprimento da lei em matéria de publicidade e de proteção dos consumidores, bem como promover boas práticas na comunicação comercial no meio digital”

Esta informação reafirma o já consubstanciado na lei e que, basicamente, alude ao princípio da identificabilidade e às "menções obrigatórias" publicitárias vigentes nos mais variados sectores.

Perguntam-me, então, a razão de ser desta publicação que em tudo já se encontra subsumida pelo princípio da legalidade.

Pessoalmente entendo que valores subjacentes existem e que importa considerar: relembra e eventualmente ainda dá a conhecer, de uma forma organizada e concisa, aos intervenientes do Marketing de Influência os parâmetros legais por que estes têm que se reger. É, resumidamente, pedagógico, para não dizer “ depois não digam que não conheciam o que a lei prevê sobre a matéria ou melhor ainda o desconhecimento da lei não justifica o seu incumprimento”

Como Protocolada que é da Auto Regulação Publicitária, esta continuará a cooperar e a colaborar com a DGC, como sempre o tem efeito em matérias do código da publicidade.

Sei bem o que o diálogo representa em prol da defesa da nossa expressão comercial.

Todavia isto não dispensa da nossa parte (e para mim é importante e não escapa ao contexto) de propormos a re-avaliação das acima aludidas menções obrigatórias. Continuo a crer que muitas destas desinformam o destinatário e podiam ser melhoradas.

Também nisto estamos a trabalhar.

Por todo o exposto, apelo a uma conjugação continuada de esforços que, não duvido, a todos aproveitará.

Artigos Relacionados

Movimento body positive
14 de agosto de 2019
Pessoas & Lugares
Beber, correr, levantar…
14 de agosto de 2019
Pessoas & Lugares

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.