ghost image socials
image logo ebc
Na Etiópia
International Coffee Partners apoia pequenos produtores de café
2 de dezembro de 2019
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
International Coffee Partners apoia pequenos produtores de café
Marco Silva
Coordenador Editorial Digital

Licenciado em comunicação, apaixonado por música e pelas coisas boas da vida. Uma boa história, uma boa conversa são coisas que não têm valor mensurável e é isso que tento trazer para o trabalho que faço.

A International Coffee Partners (ICP), que a Delta Cafés integra, acaba de anunciar a extensão do seu projeto à Etiópia. Com o projeto “Coffee Alliances for Ethiopia” (CAFE), co-financiado pela Agência Austríaca de Desenvolvimento (ADA), a unidade operacional da Cooperação Austríaca para o Desenvolvimento, irá contribuir para a melhoria da situação económica e bem-estar das famílias de pequenos cafeicultores de Amhara na região da Etiópia. Até Agosto de 2023, o objectivo do programa é atingir 2.500 famílias de pequenos agricultores.

“Estando já presentes em Uganda desde 2005 e na Tanzânia desde 2010, o ICP oferece uma ampla gama de experiências e aprendizagens para a Etiópia”, diz Kathrine Löfberg, Presidente do ICP.

O projeto apoia a instalação de organizações de agricultores eficientes e inclusivas, melhorando os sistemas agrícolas e a sua resiliência às mudanças climáticas, segurança alimentar e nutricional, além de contribuir para a igualdade de género.

“Para as famílias, a produção de café representa uma importante fonte de rendimento”, acrescenta. “Em termos de produtividade, pretendemos um aumento em 40% por hectare, em média, até agosto de 2023.”

O projeto será implementado pela organização independente sem fins lucrativos Hanns R. Neumann Stiftung (HRNS), parceiro de implementação do ICP, que atua nas regiões cafeeiras da Etiópia desde 2014.

“Além do trabalho a nível doméstico, iremos trabalhar com um número total de 71 “Farmer Field Schools - FFS”, sublinha Desalegn Eyob, Gerente Nacional da HRNS em Adis Abeba. “As sessões do FFS cobrem cerca de 20 tópicos, que dependem do calendário sazonal da colheita. Além disso, a nossa experiência com a HRNS Gender Household Approach, será utilizada na formação de casais que possam ser agentes de mudança, para promover a tomada conjunta de decisões domésticas nas comunidades.”



Artigos Relacionados

Observador Cetelem Natal 2019
5 de dezembro de 2019
Últimas

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.