Inteligência Artificial vai substituir postos de trabalho ou facilitar a vida?

Pesquisa

Estudo
Inteligência Artificial vai substituir postos de trabalho ou facilitar a vida?
22 de Fevereiro de 2024
Inteligência Artificial vai substituir postos de trabalho ou facilitar a vida?
Inteligência Artificial vai substituir postos de trabalho ou facilitar a vida?
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Inteligência Artificial vai substituir postos de trabalho ou facilitar a vida?

O 3º Relatório Global de Consumo MARCO 2024 revela opiniões e sentimentos contraditórios em relação à IA. Se, por um lado, há o receio de perder o emprego, por outro, há a antecipação de uma vida mais fácil.

 

Portugal destaca-se como o país onde os inquiridos expressaram um maior nível de preocupação (78%) sobre a possibilidade de a IA criar preconceitos e outros comportamentos de risco. Paralelamente, 74% dos inquiridos nacionais acreditam que a Inteligência Artificial vai substituir trabalhos e 60% consideram ser uma ameaça à humanidade. Ainda assim, ao mesmo tempo, a maioria (72%) mostra-se confiante de que a IA irá facilitar a vida.

 

Já no que diz respeito à aplicação da IA nos diversos setores socioeconómicos, apenas 17% dos portugueses sabem que pode também ser utilizada na agricultura, em comparação com os 68% que sabem que pode ser utilizada na escrita de textos e criação de conteúdos.

 

E é precisamente na escrita de textos, sobretudo de notícias, que os portugueses estão mais preocupados. 84% dos inquiridos acreditam que com a IA o perigo de difusão de notícias falsas aumenta e mais de metade (60%) afirma que não confia em notícias que foram escritas recorrendo a inteligência artificial.

 

A nível global, o cenário é muito semelhante. Uma média 72% dos participantes no inquérito a nível global receia que a Inteligência Artificial possa vir a substituir trabalhos nas mais diversas áreas económicas, uma lista onde Portugal aparece em terceiro lugar, apenas atrás da África do Sul, Espanha e México, e a par do Reino Unido.

 

Apesar das preocupações, a maioria dos inquiridos (68%) a nível global continua otimista quanto ao potencial da IA para simplificar e melhorar as suas vidas. Em particular os brasileiros, que encabeçam a lista (87%) dos mais otimistas. Já os americanos demonstram ser os mais cautelosos (57%).

 

“Embora a IA possa parecer assustadora, a chave está na educação e na consciencialização. Compreender a tecnologia e as suas implicações dá poder aos indivíduos e ajuda a desmistificar o medo que rodeia a IA. À medida que avançamos, a promoção de uma cultura de educação será fundamental para abraçar as oportunidades que a IA apresenta para melhorar as nossas vidas”, destaca Didier Lagae, cofundador da MARCO.

 

O inquérito foi realizado de dezembro de 2023 a janeiro de 2024, com uma amostra total de 7.300 consumidores, de 11 países - Brasil, França, Alemanha, Itália, México, Marrocos, Portugal, África do Sul, Espanha, Reino Unido e EUA.

 

 

Artigos Relacionados

A carregar...

fechar

Inteligência Artificial vai substituir postos de trabalho ou facilitar a vida?

O melhor do jornalismo especializado levado até si. Acompanhe as notícias do mundo das marcas que ditam as tendências do dia-a-dia.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

Inteligência Artificial vai substituir postos de trabalho ou facilitar a vida?

Fique a par das iniciativas da nossa comunidade: eventos, formações e as séries do nosso canal oficial, o Brands Channel.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

imagensdemarca.pt desenvolvido por Bondhabits. Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile