ghost image socials
A opinião de Joana Carravilla
Informação vs Conhecimento
21 de setembro de 2020
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Informação vs Conhecimento
Joana Carravilla
Country Manager Iberia da Elife

Nota da direção editorial:

O jornalismo positivo nunca foi tão importante para a economia do país. Apoie a produção dos nossos conteúdos tornando-se membro ou subscritor da nossa comunidade.

Faça parte de uma causa de empoderamento das marcas, das empresas e das pessoas que nelas trabalham.


Há uns dias, o World Economic Forum publicava resultados de um estudo da Ipsus que dizia que 9 em cada 10 pessoas querem um Mundo que seja mais justo e igualitário, depois da Covid-19. 


Assim, no imediato, partilho em absoluto com esse desejo. Mas, enquanto aceno em concordância com esta afirmação, surgem-me algumas questões: o que querem exatamente dizer com "mais justo e igualitário"? 


Estes dois adjetivos - justiça e igualdade -  aliados à "Liberdade" têm sido as premissas da Era da Informação que desde os Anos 2000 tem como bastião assegurar o acesso à Informação ao maior número de pessoas possível, através da Internet.


Apesar de ainda estarmos longe do Internet for All, a maioria da população (59% segundo o estudo da We Are Social de janeiro de 2020) está, sem sombra de dúvida, com mais acesso à informação. Mas será isto sinónimo de mais conhecimento? 


Por vezes pergunto-me de que nos serve ter tanta informação? Informação ao segundo, ao minuto, em vários ecrãs, das mais variadas fontes, oficiais e não-oficiais.

De que serve tanta informação se ela é gerada pela pressão de gerar informação? Se é comunicada irrefletidamente, sem validação. E se, da mesma forma que é propagada é desmentida e rapidamente substituída por uma "nova verdade"... que também ela terá um prazo de validade curto.


Esta reflexão leva-me de volta ao estudo da Ipsus e a malfadada Covid-19. 


Não estão cansados de verem os Governos e Entidades oficiais um pouco por todo o Mundo a serem escravos da partilha de informação? Diariamente, tenham ou não o que dizer, precisam de falar, de argumentar, de recomendar, de impor. Já podem dizer o que quiserem pois no dia seguinte podem vir a público, com a mesma cara, sem qualquer remorso ou peso de consciência, desmentir o que disseram na véspera, dar novas e opostas orientações, negar o que haviam afirmado… E nós aceitamos! Só não podemos é "ficar sem informação"!


E vivemos assim: Verdades, desmentidos, boletins informativos, correções aos boletins informativos, números a subir, a descer, aumentar, a estagnar, a Norte, a Sul, mais novos, mais velhos….

Resultado: vivemos num alvoroço, estamos inseguros, stressados e com medo e sem capacidade de conseguir tomar uma decisão com um mínimo de certeza do que estamos a fazer. 


É verdade que o acesso à informação é sinónimo de justiça e igualdade. Mas não estará a febre de ter mais e mais informação a minar o nosso conhecimento? 



Artigos Relacionados

A opinião de Uriel Oliveira
20 de outubro de 2020
Opinião
"Art Inspires Technology, Technology Completes Art"
20 de outubro de 2020
Pessoas & Lugares

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Empower Brands Community Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

fechar

X

Faça parte da nossa comunidade!

A comunicação positiva e o jornalismo inspirador nunca foram tão relevantes para a gestão da sua empresa. Apoie a produção dos nossos conteúdos e dos nossos projetos fazendo parte de uma comunidade que promove o conhecimento, o valor das marcas e a economia sustentável.


Saiba como se tornar membro ou subscritor. Seja bem-vindo à Empower Brands Community e ao Imagens de Marca.

SUBSCREVER

Obrigado, consulte o seu email.