ghost image socials
E remodelou a loja do Colombo
Huawei já vende portáteis em Portugal
13 de dezembro de 2018
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Huawei já vende portáteis em Portugal
Marco Silva
Jornalista

Licenciado em comunicação, apaixonado por música e pelas coisas boas da vida. Uma boa história, uma boa conversa são coisas que não têm valor mensurável e é isso que tento trazer para o trabalho que faço.

A marca tecnológica chinesa Huawei revelou na semana passada à imprensa especializada a sua nova loja remodelada no Centro Comercial Colombo, em Lisboa. Mas a novidade aqui não era apenas a loja, dentro deste novo espaço, que a marca considera ser o expoente máximo de experiência em loja no país, foi possível ver pela primeira vez em Portugal o novo segmento de negócio da marca: os computadores portáteis.

Até aqui só tinham sido por nós vislumbrados em reviews (críticas) de publicações internacionais e deixem-me dizer-vos que ao vivo fazem justiça à expectativa. Têm uma boa qualidade de construção, trazem um ecrã com cores muito vivas e o tamanho leve e ultra portátil não faz com que o utilizador tenha que abrir a mão de poder de processamento, muito pelo contrário. Estes computadores vêm equipados com processadores da Intel de oitava geração i5 e i7. Graças também à sua capacidade gráfica devido à GeForce MX150 da Nvidia que traz 2GB de memória é possível editar vídeo a 1080p sem qualquer problema.

Mas o segmento dos computadores portáteis da Huawei não foi a única novidade deste evento. A marca aproveitou a ocasião para nos dar a conhecer a sua aplicação que ajuda crianças não ouvintes a aprender a ler. A aplicação StorySign ainda está em fase inicial, mas o objetivo último desta aplicação é que consiga detetar texto e o interprete para crianças surdas. Quando conhecemos esta app só era capaz de ler um livro, mas através das doações e ao aumentar o seu ‘léxico’ graças à introdução de novos títulos no seu algortimo a StorySign deverá ser capaz, de num futuro muito próximo, interpretar qualquer livro que as crianças queiram aprender a ler.

Artigos Relacionados

A visão da Volvo para 2020
22 de março de 2019
Tech
Inscrições já estão abertas
22 de março de 2019
Criatividade

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.