ghost image socials
Até 2019
Guylian acaba com óleo de palma em todos os chocolates
19 de novembro de 2018
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Guylian acaba com óleo de palma em todos os chocolates
Marco Silva
Jornalista

Licenciado em comunicação, apaixonado por música e pelas coisas boas da vida. Uma boa história, uma boa conversa são coisas que não têm valor mensurável e é isso que tento trazer para o trabalho que faço.

A Guylian, pretende tornar-se a principal marca de chocolate belga a eliminar o óleo de palma em todas as receitas até 2019 e utilizar apenas cacau 100% sustentável até 2025.

A marca de chocolate belga preferida no mundo assume este ambicioso compromisso, seguindo a postura de mercado de elevada responsabilidade social, assim como preocupações ambientais, sociais e de saúde, pelas quais sempre pautou.

“Queremos implementar métodos e receitas próprios da indústria de chocolates premium e, como tal, estamos a trabalhar arduamente para oferecer aos consumidores produtos de chocolate cada vez melhores em sabor, mas também mais indulgentes, mais sustentáveis e mais saudáveis”, afirma Mieke Callebaut, CEO da Chocolaterie Guylian.

“Esta mudança significa um aumento significativo de custos para a empresa, mas acreditamos que este é o passo certo para a marca Guylian”, sublinhou a CEO.

A utilização de óleo de palma, um ingrediente comumente encontrado nos recheios de chocolate, tem vindo progressivamente a ser erradicado na oferta da Guylian.

“A Guylian nunca usou óleo de palma nos chocolates ex libris da marca, os Sea Shell Chocolates, que são feitos de manteiga de cacau 100% pura e recheados com o nosso Praliné Original de Avelã, mas agora fomos mais longe e tomámos a decisão de remover o óleo de palma de todos os nossos outros recheios”, frisa Mieke Callebaut.

“Da nossa visão para a Guylian no futuro consta ainda a pretensão de utilizar apenas cacau 100% sustentável até 2025”, acrescenta.

O Master Chocolatier da Guylian criou novas receitas para as caixas de Trufas Belgas Sortidas que passou a confeccionar com manteiga de karité sustentável e óleo de girassol. O resultado são Trufas com um sabor ainda mais intenso e uma textura mais cremosa, sendo em simultâneo um chocolate mais sustentável e mais saudável. Por exemplo, a nova receita da variedade La Trufflina contém menos 32% de gordura saturada e menos 16% de açúcar.

A marca de chocolate tem um compromisso de longa data com a sustentabilidade e ainda recentemente renovou o apoio financeiro para o Projecto Seahorse, quando a visita oficial dos Reis da Bélgica a Portugal, durante o mês de Outubro, sendo o protocolo de colaboração assinado em Lisboa. O Projecto tem presença mundial, incluindo a Ria Formosa, no Algarve, como um dos polos de protecção a cavalo marinho.

Artigos Relacionados

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.