ghost image socials
Conheça este projeto digital
Go Small or Stay Home: A criatividade em tempos de crise
17 de março de 2020
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Go Small or Stay Home: A criatividade em tempos de crise
Marco Silva
Coordenador Editorial Digital

Costuma-se dizer que a necessidade aguça o engenho. E neste momento de crise que atravessamos foram várias as iniciativas que ganham vida no digital que pretendem oferecer às pessoas formas alternativas de viverem as suas vidas dado as limitações sociais que foram impostas para controlar o novo coronavírus. Ana Fernandes Rodrigues é Digital Product Designer e criou uma plataforma online que precisa da ajuda de todos para conseguir ajudar a comunidade, falamos da plataforma Go Small or Stay Home. Uma iniciativa que quer por os portugueses em contacto com o comércio local para. O Imagens de Marca conversou com a autora deste projeto para ficar a conhecê-lo melhor.


Imagens de Marca - No que consiste este projeto e qual o objectivo?

Ana Fernandes Rodrigues - O Go Small or Stay Home é essencialmente um directório de pequenos negócios (principalmente mercearias, padarias, talhos, peixarias, drogarias...) recomendados colectivamente como recurso a quem queira evitar compras em grandes superfícies comerciais, dada a situação atual.

Profissionalmente sou Digital Product Designer com formação em Design Digital e Ciências da Comunicação, pelo que estou habituada a ler os problemas numa perspectiva de identificação do problema, exploração de soluções e comunicação dessas soluções. Neste caso, a solução surgiu de duas experiências pessoais:

1. Recentemente mudei para uma zona diferente de Lisboa onde ainda não conheço quase nenhuma mercearia ou pequeno negócio onde possa recorrer neste momento. Nisto, pensei que poderia fazer uma folha de cálculo onde amigos e conhecidos pudessem partilhar as recomendações deles nos seus bairros respetivos, para o caso de haver alguém a passar pela mesma experiência que eu;

2. Venho de uma família de comerciantes e tenho sentido na pele o quão difícil esta conjuntura está a ser para pequenos negócios locais, com tendência a piorar. Muitos destes negócios estão a lutar há anos para se diferenciar face à oferta das grandes superfícies comerciais e neste momento é crucial para a sua sobrevivência que os continuemos a apoiar;

IM - Em quanto tempo o conseguiu montar?

AFR - Literalmente comecei por fazer um poll no Instagram no sábado de manhã para medir qual o nível interesse da minha rede de contactos na ideia. Entretanto isolei uma plataforma como a hipótese mais viável para partilhar o formulário e gerar a visualização que hoje vemos no site.

No início nem pensei na necessidade de um site. Quando comecei a partilhar o formulário percebi que as pessoas menos próximas precisavam de algum contexto adicional sobre a iniciativa a percebi que construir uma pequena página e improvisar uma identidade de marca em torno da ideia faria sentido para que o projecto ganhasse mais alcance. Pensei num nome, investi uns poucos euros num domínio, fiz um pequeno site e domingo à noite estava no ar.

A página em si demorou uma tarde a montar, e diria que o projecto - da ideia à execução - demorou menos de 48 horas. A partir do momento em que foi para o ar, qualquer pessoa pode passar a consultar e contribuir. Não estão a ser restritas entradas, desde que se coadunem com o espírito do projecto e com as categorias que estão enumeradas no formulário. Claro que agora requer manutenção: pesquisa, completar registos, corrigir erros, eliminar spam, integrar feedbacks que vão chegando e, claro, passar a palavra. Esta tem sido a minha ocupação nos intervalos do trabalho.

Sei que facilmente seria possível construir algo mais robusto do que aquilo que foi feito aqui, mas consciente de que não seria de forma tão ágil. No fundo este pretende ser apenas um gesto para salientar a necessidade de ajudar os pequenos negócios locais a ultrapassar o impacto desta situação, alterando os hábitos de consumo das pessoas para que se foquem mais no âmbito local, sempre que possível. A base de dados em si não terá qualquer finalidade comercial (inclusivamente, ao passar os 40 registos, foi desativada a opção de exportação para evitar usos menos apropriados da mesma).


Artigos Relacionados

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Empower Brands Community Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

fechar

X

Faça parte da nossa comunidade!

A comunicação positiva e o jornalismo inspirador nunca foram tão relevantes para a gestão da sua empresa. Apoie a produção dos nossos conteúdos e dos nossos projetos fazendo parte de uma comunidade que promove o conhecimento, o valor das marcas e a economia sustentável.


Saiba como se tornar membro ou subscritor. Seja bem-vindo à Empower Brands Community e ao Imagens de Marca.

SUBSCREVER

Obrigado, consulte o seu email.