ghost image socials
De Figueira de Castelo Rodrigo
Garrafa de vinho português vai para o espaço
12 de março de 2019
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Garrafa de vinho português vai para o espaço
Ema Gil Pires
Jornalista

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa e com um enorme fascínio pelo mundo da música e do desporto. Descobrir novas histórias e temáticas inovadoras é algo que lhe desperta um grande interesse, tal como dar a conhecê-las àqueles que a rodeiam.

No seguimento de um projeto estabelecido entre a Câmara Municipal e a Adega Cooperativa locais, será enviada para o espaço uma garrafa de vinho originário de Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, iniciativa que surge no âmbito das celebrações dos 500 anos da circum-navegação de Fernão de Magalhães.

Como referiu à Agência Lusa Paulo Langrouva, presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, o projeto será apadrinhado pelo cientista Carvalho Rodrigues, conhecido por ser responsável pelo lançamento do primeiro satélite português, e terá sido sugerido pelo arquiteto local António Saraiva.

Estando o cientista Carvalho Rodrigues a entrar em contacto com "os vários espaços orbitais", nomeadamente a Estação Orbital Russa, Americana e Europeia, para escolher por qual irá colocar em andamento o projeto, a organização espera conseguir colocar o vinho de Figueira de Castelo Rodrigo no espaço ainda durante este ano.

"Estamos a lançar esse desafio, também a essas estações orbitais, para ver qual é que vai acolher esta iniciativa", apontou o presidente da autarquia. Nesse sentido, os responsáveis pela iniciativa terão de preparar "uma garrafa e uma rotulagem própria", de forma a acondicionar a garrafa "para que ela possa chegar em devidas condições ao espaço", referiu Paulo Langrouva.

Como avançado pelo presidente da autarquia, à partida o vinho terá o rótulo "Sabores da Terra" e será um tinto da Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo. E, caso o vinho não seja consumido no espaço, a ideia é que a garrafa retorne a terra, ficando em exposição na sua localidade de origem.

Apesar de os custos totais da iniciativa ainda não estarem determinados, o autarca local acredita nos benefícios inerentes ao mesmo, esperando que o concelho fique na História por ter sido o primeiro a enviar uma garrafa de vinho para o espaço.

Artigos Relacionados

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.