ghost image socials
image logo ebc
A opinião de Pedro Matias & Carla Guedes
Eu inovo, tu inovas, nós inovamos
31 de julho de 2018
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Eu inovo, tu inovas, nós inovamos

Cocriação. Esta é a expressão em que as empresas estão atualmente a apostar, percebendo, desde logo, que se trata de uma metodologia ganhadora e que permite resultados mais rápidos. Porquê? Porque como bem sabemos, quando unimos esforços, podemos chegar mais longe e mais rápido. A velha lógica do 2+2=5.

É isso que as empresas também sentem quando começam a perceber quais os resultados que conseguem obter quando fazem parcerias. E isto acontece tanto com um gigante tecnológico, muito alicerçado em inovação, como com uma PME de serviços ou mesmo com uma ONG.

Todos ganham dinamismo e mais força no mercado. As parcerias e o trabalho em rede são, por isso, o ponto crítico para a transformação digital. Com elas, criamos conhecimento mais integrado e sustentado e descobrimos soluções para a transformação de processos e de modelos de negócio sendo que a principal alavanca de inovação nas empresas é, claro está, o seu capital humano.

Várias entidades têm vindo a apostar nesta estratégia de união, a cocriação, pela via da digitalização, criando vários produtos e projetos.

A nível da nossa empresa podemos dar vários exemplos. No setor agroindustrial temos feito um forte investimento na nossa capacitação e no desenvolvimento de soluções digitais que têm permitido acelerar a transformação digital nesta área que nem era, à partida, um dos principais sectores do nosso negócio.

Atuamos em toda a cadeia de valor do setor primário, com o objetivo de aumentar a competitividade, a sustentabilidade e a produtividade dos sistemas agroindustriais, através do desenvolvimento de soluções digitais específicas. Resultado: conseguimos aumentar a eficiência do processo, melhorar a gestão através do apoio à decisão e contribuir para a sustentabilidade do negócio, permitindo que várias empresas dessem um salto qualitativo e melhor competissem nos mercados internacionais.

Também estamos a inovar ao nível das PME, já que são o motor da economia nacional e têm demonstrado capacidade de se adaptarem aos diferentes cenários, impulsionando as exportações, ajustando-se a novos desafios, como são exemplo os avanços no comércio digital e nos processos de integração de sistemas da Indústria 4.0.

Lançámos, recentemente, o Programa PME Digital. Em específico, este projeto pretende que as várias PME portuguesas dos setores automóvel e dos materiais, ou os produtores de matérias-primas e comércio possam desenvolver e aplicar mudanças disruptivas que as tornem mais competitivas e formatem novos modelos de negócio.
O principal objetivo é o de acelerar a adoção da indústria 4.0. pelo tecido empresarial português, reconhecendo que esta será determinante para a competitividade do país. Para isso, queremos capacitar, dotar de informação e incrementar as competências empresariais das PME para a adoção de medidas, tecnologias e ferramentas i4.0, incentivando a aceleração da economia portuguesa para uma economia digital.
Sabendo que esta é uma componente importante, criámos também, no tal modelo de cocriação, a plataforma “HUB Acelerador Digital”, um aglutinador de informação, de boas práticas e de projetos I&D para promover o apoio às PME no âmbito da digitalização. Esta plataforma vai facilitar a interação entre as empresas e o sistema científico e tecnológico, tendo em vista a troca de experiências e conhecimento e a promoção de práticas de cooperação.
Quem sabe não possamos replicar a ideia do processo de criação “Empresa na Hora” ao sistema de transformação digital das pequenas e médias empresas, lançando-se o “Balcão Único para a transformação digital”.
Aliando cultura de inovação, digitalização e cocriação, sabemos que as empresas se renovam, crescem e tornam também o país mais competitivo. Se o fizerem através de parcerias e da cocriação podem fazê-lo de um modo ainda mais rápido e eficaz.


Pedro Matias & Carla Guedes

Artigos Relacionados

A opinião de Eduardo Tavares
7 de abril de 2020
Opinião
Por Cristina Amaro
7 de abril de 2020
Opinião

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba os temas e as notícias que são realmente importantes para si

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.

Empower Brands Community Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Li e aceito a política de privacidade.