De Pessoa em Pessoa

Pesquisa

A opinião de Sandra Lopes
De Pessoa em Pessoa
10 de Julho de 2024
De Pessoa em Pessoa
De Pessoa em Pessoa
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
De Pessoa em Pessoa
Sandra Lopes
Diretora de Serviço a Clientes da Initiative
Pub
Pub Lateral dentro artigoPub Lateral dentro artigo
Continuar a ler depois da Publicidade
Pub
Pub dentro artigoPub dentro artigo

Encontrar o Target certo é uma espécie de Santo Graal no mundo da comunicação, em que procuramos definir de um modo quase que científico o alvo a quem queremos dirigir a nossa mensagem.

Para isso, analisamos características demográficas, psicológicas, geográficas e comportamentais, para conseguirmos traçar um retrato o mais fiel possível da nossa audiência. Tentamos ir ainda mais além e calçar os seus “sapatos” e traçar o retrato do seu dia-a-dia, os hábitos, os meios que consome, em que momentos e de que forma.

Mas, até que ponto é que este trabalho de fundo nos leva efetivamente ao encontro de um target certo ou na verdade, até que ponto existe o target certo?

Já Fernando Pessoa, exímio na arte de transformar as coisas mais simples do quotidiano em poesia, demonstrou-o de forma única, através dos Heterónimos, a multiplicidade de personalidades em que nos podemos desdobrar a partir de uma só identidade.

Da simplicidade de Alberto Caeiro, à sabedoria inspirada de Álvaro de Campos, passando ainda pelo epicurismo de Ricardo Reis, um labirinto de diferentes personalidades e traços criadas pela mão e identidade de uma só pessoa.

No mundo da comunicação e Marketing a realidade não é muito diferente e a persona a quem atribuímos características tão exatas, facilmente pode oscilar entre vários registos. De um pai num festival para crianças para alguém que assiste à sua banda favorita num festival de verão ou de um empresário de topo para alguém que calça os ténis e vai correr de manhã antes do trabalho, estas podem ser várias pessoas ou apenas uma só, em registos e contextos diferentes.

Mas esta multiplicidade de contextos pode criar igualmente uma diversidade de oportunidades, para comunicar de forma diferente e adaptada. Cabe às marcas ter a capacidade de escolher bem os momentos para comunicar e saber tirar partido das ferramentas certas.

A personalização na comunicação é uma ferramenta poderosa que permite aumentar a relevância e que promete transformar a forma como as marcas vão comunicar no futuro. Aproveitar os diferentes momentos e contextos em que impactamos o nosso target, para entregar mensagens personalizadas e adaptadas ao momento, tornando a comunicação cada vez mais pertinente.

Segundo um estudo da Accenture 91% dos consumidores está mais predisposto a comprar uma marca que comunique de forma personalizada e com ofertas adaptadas.

Ser relevante no momento certo e com a mensagem adequada, sem ser intrusivo, um verdadeiro desafio para as marcas, que têm de se reinventar nestes múltiplos contextos, sem perder ainda a sua personalidade.

Mas, na verdade, será que as próprias Marcas têm apenas uma identidade?

Como já dizia Fernando Pessoa, “A minha arte é ser eu, eu sou muitos”.



Pub
Horizontal Final do artigoHorizontal Final do artigo

Artigos Relacionados

fechar

De Pessoa em Pessoa

O melhor do jornalismo especializado levado até si. Acompanhe as notícias do mundo das marcas que ditam as tendências do dia-a-dia.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

De Pessoa em Pessoa

Fique a par das iniciativas da nossa comunidade: eventos, formações e as séries do nosso canal oficial, o Brands Channel.

A enviar...

Consulte o seu email para confirmar a subscrição.

Li e aceito a política de privacidade.

imagensdemarca.pt desenvolvido por Bondhabits. Agência de marketing digital e desenvolvimento de websites e desenvolvimento de apps mobile